III Dia Mundial dos Pobres é Marcado Pela Solidariedade em Macaé

O cuidado e carinho com que tudo foi preparado, pode ser visto e tocado

O pouco repartido, pode ser muito para quem recebe, neste intuito foi comemorado o III Dia Mundial dos Pobres (19/11). A Paróquia Santo Antônio, em parceria com outras instituições, empresas e voluntários, realizou durante toda a manhã de terça-feira (19), na Praça Washington Luís no Centro de Macaé, uma ação conjunta em prol das pessoas carentes que estão em situação de rua. As atividades iniciaram às 7h, quando foi servido um farto café da manhã, previamente abençoado por Pe. Gleison Lima, pároco da Paróquia Santo Antônio e Vigário Episcopal do Vicariato Litoral.

Durante toda a manhã os presentes receberam diversos atendimentos, realizados por representantes de órgãos e instituições diversas, como: aferição da pressão arterial e avaliação física com a Secretaria Municipal de Saúde; corte de cabelo, barba e unhas com o Centro de Educação Tecnológica e Profissional (CETEP); confecção de currículos e cadastramento no Bolsa Família com a Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade; orientação jurídica com os representantes da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro; informações sobre a prevenção da AIDS com a Pastoral da AIDS; exames e testes de HIV, sífilis e hepatite com a Secretaria Municipal de Saúde (Programa Consultório de Rua); orientação odontológica e distribuição de kits de higiene bucal com a Secretaria Municipal de Saúde (Coordenadoria de Odontologia Coletiva); jogos de orientações com o Núcleo de Educação Permanente em Saúde e o Programa de Controle da Tuberculose; distribuição de roupas (calças, bermudas e camisas), cobertores e calçados pelo bazar da Santo Antônio, o que fez a alegria de quem precisava de um pouco mais de cuidado e dignidade. Muitos desejavam apenas ser ouvidos e, mesmo com uma chuva persistente, permaneceram até o final do evento. Aliás, o que é uma chuva forte diante das dificuldades que eles passam nas ruas?

A comemoração do III Dia Mundial dos Pobres teve, ainda, um almoço servido às 12h. Antes de iniciar a refeição, Pe. Fábio Fellipe, pároco da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, agradeceu a presença de todos e conduziu a oração do Pai Nosso, prece que agrega toda a humanidade e irmana a todos. Em seguida, os voluntários serviram um cardápio pensado e preparado por voluntários da Santo Antônio: arroz, feijão, frango assado, farofa e legumes. De sobremesa: doces, frutas e um bolo doado pela Dijor.

A Prefeitura de Macaé, a Pan Produções, a Madeireira Canaã, a Pastoral da Sobriedade, o Projeto Oberlan Junior Vive, a Igreja Batista e grande quantidade de voluntários não mediram esforços para organizar o evento, que também contou com a presença das irmãs da Toca de Assis e de internos da Fazenda Esperança, estes cadastraram 3 pessoas para ingresso no programa de recuperação de dependência química.

A celebração do Dia Mundial dos Pobres surgiu a partir de um grande desejo do Papa Francisco, depois do encerramento do Jubileu da Misericórdia, com o objetivo de que toda a comunidade cristã se sinta chamada a ajudar os pobres, os fracos, os homens e mulheres cuja dignidade foi desrespeitada. Neste ano, o Papa se adiantou e no domingo (17) almoçou com 1.500 moradores de rua.

Pe. Gleison e Pe. Fábio Fellipe finalizaram as ações do dia agradecendo todos os voluntários, parceiros e moradores em situação de rua pela confiança em fazer parte desse projeto. Reforçando que estes continuarão a ser assistidos todas as terças-feiras pelas equipes do Pão Nosso, grupo da Paróquia Santo Antônio, responsável pela distribuição de pães e outros alimentos aos mais necessitados. Para obter mais informações sobre esta ação, ligue: (22) 2772-5149.

Confiram as fotos do III Dia Mundial dos Pobres no facebook da Paróquia Santo Antônio Macaé: https://bit.ly/2XCpmrc

Texto e Fotos: Patrycia Vieira / Pascom Paróquia Santo Antônio

Faça um comentário