A confraria do “Apostolado da Oração”, Rede Mundial de Oração do Papa, comemora 175 anos de fundação. Para tão importante acontecimento, preparou-se um ano de celebrações que iniciaram em outubro de 2018 e devem se prolongar até o mês de outubro de 2019, sendo previstos eventos ligados à data em Roma e também em outras partes do mundo.

A Paróquia Santo Antônio recebeu no dia 18 de janeiro, o ícone do Sagrado Coração de Jesus que está peregrinando em todas as Dioceses do Brasil, em virtude da comemoração dos 175 anos de fundação do Apostolado da Oração. O ícone foi recebido da Paróquia São Paulo Apóstolo.

Após celebração e momento de oração na matriz, todos os paroquianos presentes tiveram um momento diante do ícone, para agradecer as graças e bênçãos recebidas e pedir proteção divina, fortalecimento da fé, sabedoria e luz para seguir os ensinamentos de Cristo, afim de divulgar cada vez mais o significado e a importância do Sagrado Coração de Jesus para toda a Igreja.

Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus ladeando o ícone

“É um ano jubilar para cada um de nós, que fazemos parte desta história de fé e evangelização, com abrangência no mundo inteiro, tendo como centro o coração amoroso de Jesus, onde todos nós bebemos desta espiritualidade que nos dá ânimo para nossa missão apostólica. A imagem do coração de Jesus não é uma criação artística humana, ela foi uma revelação divina feita pelo próprio Jesus Cristo à Santa Margarida Maria Alacoque, no século XVII, que estava em adoração diante do Santíssimo Sacramento quando Jesus mostrou-se a ela, e Ele apareceu da forma como vemos nas representações do Sagrado Coração, e pediu para que ela começasse a divulgar esta devoção”, nos conta Maria Inês, coordenadora do Apostolado da Oração na Paróquia Santo Antônio.

Várias famílias tiveram a oportunidade de receber o ícone em suas casas. “Estamos cansadas, mas com o coração alegre e agradecido. Em seis dias visitamos quatorze famílias. Temos a certeza que por meio de tudo que fizemos o santo nome do Senhor foi honrado e o teu Reino de Amor e Paz anunciado e acolhido em cada família visitada”, completa Maria Inês.
No dia 25 às 19h o ícone foi entregue à Paróquia Nossa Senhora da Glória para dar continuidade a peregrinação no Vicariato Litoral.

A devoção ao Coração Sagrado é um movimento muito estimado em nossa comunidade

O Apostolado da Oração
As práticas do Apostolado da Oração estão profundamente enraizadas na intimidade com o Senhor, através do oferecimento da própria vida no início de cada dia, unindo-se ao Coração de Jesus e assumindo a dimensão eucarística da vida. Assim como Cristo se oferece no altar, assim cada cristão se disponibiliza nas suas orações e ações quotidianas a ser apóstolo e colaborador na missão de Cristo Ressuscitado.
Fazer da vida diária uma oração pelos outros, especialmente pelas pessoas e situações pelas quais o Santo Padre pede uma atenção particular, é um tesouro da espiritualidade desta Rede Mundial de Oração. Com isso, os numerosos Centros do Apostolado da Oração são motivados a continuamente renovar a sua entrega generosa e fiel, em estreita colaboração com os párocos, na oração pessoal de oferecimento do dia, na celebração das primeiras sextas-feiras, no culto eucarístico e na devoção ao Sagrado Coração Jesus.
O Apostolado da Oração é um movimento religioso composto por leigos católicos. A finalidade é a santificação pessoal e a evangelização das famílias com especial devoção ao Sagrado Coração de Jesus. O sentido do apostolado é a doação a Deus, pelo conhecimento da palavra, pela oração, pelo oferecimento diário e pela fidelidade à igreja.
O movimento nasceu em 1844, numa casa de formação de jovens jesuítas, em Vals, no sul da França. Numa inspirada intuição, o diretor espiritual destes jovens, o Padre Francisco Xavier Gautrelet, sj, animou-os a oferecer diariamente as orações, os trabalhos, as alegrias e as dificuldades do seu dia pela vida e missão dos missionários que, em terras longínquas, anunciavam o Evangelho. Ajudou-os a descobrir que a sua vida e oração tinham em si mesmas um valor apostólico e missionário. Esta descoberta do valor da íntima união entre vida e missão, na entrega quotidiana pelos outros nas tarefas mais simples, encontrou um eco notável nestes jovens que começaram então a propô-la às populações que atendiam, nos arredores de Vals. Em poucos anos esta espiritualidade tinha se espalhado por vários países, com a adesão de milhares de pessoas, que apoiavam espiritualmente a missão da Igreja.
Entre os anos 1879-1896, o Papa Leão XIII quis fazer sua esta imensa Rede de Oração, propondo, quando da aprovação dos seus Estatutos, uma intenção mensal de oração pela qual os seus membros rezassem. Deste modo, o Apostolado da Oração tornou-se uma obra própria do Papa, confiando o Sumo Pontífice a sua dinamização à Companhia de Jesus, na pessoa do seu Padre Geral.
Passados 175 anos da sua fundação, o Papa Francisco aprovou os novos Estatutos do Apostolado da Oração constituindo-o como Obra Pontifícia, chamada hoje, Rede Mundial de Oração do Papa.
No livro dos estatutos do Apostolado da Oração, encontramos esta definição: “O Apostolado da Oração constitui a união dos fiéis que, por meio do oferecimento cotidiano de si mesmos, se juntam ao Sacrifício Eucarístico, no qual se exerce continuamente a obra de nossa redenção, e desta forma, pela união vital de Cristo, da qual depende a fecundidade apostólica, colaboram na salvação do mundo”.

Paróquia Santo Antônio entrega ícone do Sagrado Coração de Jesus à Paróquia Nossa Senhora da Glória

Que esta celebração, tão importante, realizada em ambiente de festa e gratidão ao Senhor, com Maria, dê abundantes frutos espirituais, pastorais e humanos em favor do mundo e da missão da Igreja.
Louvado seja Deus por tão bela e fecunda devoção!

Texto: Tânia Mara e Thaís Pereira/Pascom Santo Antônio
Fotos: Thaís Pereira/Pascom Santo Antônio

Faça um comentário